Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Álbum de uma vida #1 - Janelas (Prólogo)

As janelas se abriram
Porque lá fora o sol já brilha alto
A cidade acorda com suas faces estranhas
E todos os sonhos que existiram pela noite
Desapareceram como se nunca tivessem existido
O que eu vejo pelas ruas
São rostos desesperançosos e vazios
Olhos cinza e sem horizonte
Onde as cores do dia não alcançam
As janelas que se abriram
Permanecem com a poeira e as teias e aranha
Todo meu lar está em ruína
Para onde foram as gargalhadas e a música
Junior Bittencourt
Enviado por Junior Bittencourt em 28/08/2007
Reeditado em 28/08/2007
Código do texto: T627730
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Junior Bittencourt
Cruzeiro - São Paulo - Brasil
89 textos (827 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 21:58)
Junior Bittencourt