Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE DA VIDA VIVIDA COM O SEU OLHAR!


O sol nasceu sem muita intensidade e ele - soberano - como ninguém queima o corpo e faz mistério sobre o resto do dia...mas o mar nem se importa com a excentricidade do sol... as ondas vem e voltam sem nada dizer e dizendo muito: a vida continua.
Abro os olhos dos sonhos e é preciso caminhar... É quase metade do dia e tenho que respirar o ar que toca o rosto de outros seres que caminham sem tanta pressa, mas caminham para algum lugar...
Tenho que caminhar...
Ir além da mesmice que tem sido a vida... um excessivo labor e poucos resultados de vida: sem encontros verdadeiros e muita saudade: de tudo, de gente e da própria vida sentida na suavidade do seu olhar.

©Balsa Melo
05.09.04
JOÃO PESSOA - PB
 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 29/08/2007
Código do texto: T628604
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:19)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)