Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No Silêncio Da Noite Recordo

E chegam as lembranças de hoje,
de ontem, ainda tão perto
e ao mesmo tempo tão longe.

Um novo olhar,
um novo jeito,
um novo caminho.
Uma estrada diferente.

Olho.
Vejo.
Ouço.
Sinto o cheiro.

Cheiro de macieiras,
pêssegos,
frutas doces.
Cheiro de rosas,
azaléias e hortências.

Cheiro de um córrego manso
à beira do jardim dos sonhos.
Cheiro da terra deste jardim,
tantas vezes lavrada e semeada.
Cheiro de fogo a queimar cada
flor, cada pedra, cada pegada.
Cheiro de morte e cheiro de natal.

Cheiro de poesia.
Paixão.
Amor.

E a saudade bate,
tritura a alma,
sufoca o peito,
espreme a lágrima.

E choro a ausência
longa e sofrida,
a espera que não cala...
Maria
Enviado por Maria em 29/08/2007
Código do texto: T628709
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4776 textos (193301 leituras)
1 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 19:54)
Maria

Site do Escritor