Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DELEITE dos REBELDES

Sacerdostisa dos rituais guerreiros da mulher amante
a lua úmida libera o sexo fêmeo.

A Interview, a Photo, não conseguem fotografar o amor
a não ser que evitem antevisões,
ou, saiam da frente do drama
quando o comediante materializa rosas orvalhadas
no rastro das lágrimas de pedra.

Lucífero sinal da Quarta Revolução Industrial
decodificando auras para deleite dos rebeldes
que desmontam a lógica da industrialização
nos cafundores dos devaneios botânicos.

Aonde, aonde, aonde, aonde busco alívio
além da sintetização do pessimismo?

Quadrúpedes, tecnólogos e boçais bebem juntos
o que resta desmascarar da nobreza dos vagabundos
ignorando que o crime desenvolve
uma cidadania às avessas
invalidando o destino
das estradas sem curvas
que os anjos abrem na idealização
de uma república morta de gente
e repleta de estátuas
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 29/08/2007
Código do texto: T629076

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1307 textos (32694 leituras)
8 áudios (1072 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 21:05)
Eriko y Alvym