Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdade

Verdade

Feliz daquele que se entrega ao momento
Sem dor, sem culpa , pressa ou lamento
E num instante infinito se descobre criatura
Entregue aos sentidos, Ã  verdade, Ã  luxúria

Feliz daquele que ousa o que sente
Mergulha no beijo profundo, sincero, ardente
Que se oferece sem dor, sem medo ou tormento
E se embriaga do prazer , o mais perfeito alimento

Feliz daquele não teme a loucura
Das mãos ardentes , furiosa ternura
Do corpo aflito e trêmulo, da certeza demente
Desejo visceral , bastardo , premente

Feliz daquele que pressente as delícias
De uma pele doce, quente, ávida de carícias
Que se mostra indefesa, pura , verdadeira
A vislumbrar num segundo uma vida inteira

Feliz daquele que toca o que deseja tanto
E ignora o tempo , a dor , a lei, o pranto
E toma forte para si aquele instante
Pois o sabe imortal , mesmo que errante

Feliz daquele que mergulha fundo
Que erra, agride , grita , e aprende o mundo
Sofre , sangra , ofende a Deus e a quem vier
E se descobre divino nos braços de uma mulher

Claudia Gadini
24/03/2002

Claudia Gadini
Enviado por Claudia Gadini em 24/10/2005
Código do texto: T63020

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Claudias Gadini). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Gadini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
318 textos (54196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:53)
Claudia Gadini