Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Confidenciando uma Saudade


No silêncio da noite, deixo-me ficar
Evoco os teus gestos e palavras
A saudade acaricia a tua ausência
À minha volta, o sentimento do já visto
Nem a poesia acalenta o fremir dos olhares
No ritmo das pálpebras
O murmúrio das lembranças
E a tua falta despida em minha solidão
Concedo-me ao desalinhar das emoções
E a alucinação de todas as vésperas
Em que te aguarda a minha espera

No anunciar de um novo dia
O pensamento cruza o horizonte
Buscando nas asas da serenidade
Um pouso para o olhar
A voz da saudade cala-se em minhas mãos
Sabe que há palavras que não se escrevem
Necessitam apenas do aconchego do peito
E da cumplicidade do sentir inconfesso

Há no alvorecer que me espreita
Um perfume de solidão
Que me convida a introspecção
Em torno de mim, os sonhos e desejos
Que em vigília anseiam por nós
Nas paredes nuas
O eco da minha respiração suspensa
E a sombra da inquietude das minhas mãos.
Mesmo as coisas inanimadas
Aguardam o som dos teus passos
Enquanto te retardas
Em vidas que não são tuas

© Fernanda Guimarães
www.fernandaguimaraes.com.br
Fernanda Guimarães
Enviado por Fernanda Guimarães em 24/10/2005
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T63064
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Guimarães
Fortaleza - Ceará - Brasil
430 textos (64364 leituras)
9 áudios (1782 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:43)
Fernanda Guimarães