Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ocasião em 7/8

Eu podia vestir-me inteira
com fios de seda e algodão
e calçar-me com lindas meias
sete e oitavos, sob o roupão

Eu podia prender-me a liga
dessa cinta que me bate
que chicoteia e me faz parte
e me sufoca num arrastão

Eu podia cair-me sempre
por mim toda completa
e fazer-me de repleta
sobre a cama, no colchão

Eu podia desfiar as meias
entre dentes, ósseos
de um homem tubarão
que me concede essa ceia

Eu podia ser-me amante
entre dedos e fricotes
de mãos que me são minhas
e me gozam, do sul ao norte

Eu podia ser menina
e também o ser mulher
pouco importa, pouco dita
que o que há cá dentro cita

Porque o que importa é tesão
Liberto, solto, composto
Que ao ver-me nua, não vestida
Silencia o podia pelo eu sou

Eu podia, eu posso, tu podes
Despir-me inteira dos fios
fios de seda, de algodão
sete oitavos d'um tesão
Lenita Gonçalves
Enviado por Lenita Gonçalves em 30/08/2007
Código do texto: T630817

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Lenita Gonçalves). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lenita Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
61 textos (2229 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:32)