Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA DA MENINA

Muito branca e franzina
era aquela menina...
Tinha sardas no nariz,
a Ana Beatriz.

Brincava de mãezinha
com a sua bonequinha,
sentada na pracinha,
de manhã e à tardinha.
 
Vestia seus vestidinhos
amarelos e azuizinhos,
calçava-lhe os sapatinhos
pretinhos e vermelhinhos.

Prendia seus cabelos
com lacinhos de cetim.
Depois de tantos zelos,
parecia um alfenim...

Um dia não veio mais...
Desapareceu.
No meio do sonho meu,
transformou-se em florais.

Aquela menina pequena,
tão perfeita açucena,
na minh’alma, serena,
virou este poema.
linameirelles
Enviado por linameirelles em 30/08/2007
Código do texto: T631412

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Lina Meirelles http://linameirelles.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
linameirelles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
692 textos (13457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:17)
linameirelles