Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM DESTINO:


Sem destino:
                                   
Quando a noite chegar
Eu estarei longe desta cidade.
Buscando novos horizontes.
Novos amigos, novos amores.
Quero esquecer maus amigos.
Maus amores, minhas dores.
Quero deixar no passado,
O que no presente, eu recebi.
Magoas a ser, sepultadas.
Por isso fujo, sem nada levar.
Nada quero ter, para lembrar.
Que um dia eu vivi aqui.
Neste mundo que fez parte de mim.
Que hoje me sufoca, me faz fugir.
Por esta estrada sem destino.
Rumo ao desconhecido.
Sem saber o que vou encontrar.
Quando chegar, ao final desta estrada!




Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 25/10/2005
Código do texto: T63177
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147453 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:43)
Volnei Rijo Braga