Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minhas pepitas




elisasantos
 
 
Sei-me cigarra cantando até morrer,
antes do alvorecer, ao sol e na chuva
clamo por dias mais compridos,
lanço mão da minha bateia,
com sua tela bem fininha  me ponho a garimpar,
com esmero, com carinho, em meio a tantas pedras
cabe-me as melhores separar...
 
A que exprima um brilho áureo ou a dureza dos diamantes...
Sem  sequer uma impureza que possa a rima quebrar
a bateia filtra emoções , palavras suas e minhas,
numa catarse infinda... baseia meu persistente cantar...

elisasantos
Enviado por elisasantos em 25/10/2005
Código do texto: T63178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24472 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:17)
elisasantos