Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inspiração

Acabou a inspiração,desabei,
sufoquei minha alma,dilacerei.
Esqueci do paradoxo de momentos.

Estou como uma nau,num oceano,
truculentas ondas,um grito emano.
Falta o ar,vem o medo de não voltar.

Quero escrever,não sei...
mãos choram,o poema diz cheguei.
Pés na terra e cabeça a sonhar.

O poema voltou solto,envolto de lucidez,
isolando e queixando-se de qualquer estupidez.
É feito uma droga,que alucina,fantasia,mas leve e macia.

E novamente vou ao meu baú de informações,
trazendo pra o papel com satisfação,minhas emoções.
Assim é ser feliz,extraindo de meu ser...letras!


Sandra Almeida
Enviado por Sandra Almeida em 31/08/2007
Código do texto: T632374
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Almeida
Cacoal - Rondônia - Brasil, 59 anos
288 textos (6800 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:03)
Sandra Almeida