Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escritos de um poeta suicida

Um pedaço de papel
lápis ou caneta tanto faz
escrevo sem parar
sem saber aonde vou

Um drinque de cachaça
ou seria melhor de .....
não importa a substância

Uma página em branco
vou colorir
um grito, um pranto
sei lá, vou sorrir

Mas não esqueça de mim

Te amo vida
Te quero vida
Te lasco a barriga
até tuas entranhas

(...)

Vida de escritor
sem sentido! sei lá o quê!?
Me entenda, por favor!
Norse
Enviado por Norse em 31/08/2007
Código do texto: T632764

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Norse
Belém - Pará - Brasil, 35 anos
19 textos (578 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:04)
Norse