Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Flores..." = Poesia de Desilusão=

Que não digam que não falei de flores:
Dissertarei sobre algumas delas agora
Montão delas são verdadeiros horrores
Já outro tanto é bom pra se jogar fora

Um exemplo clássico: a tal famosa rosa
A coisa é toda emboladinha bem ajuntada
Os espinhos, então, coisa mais horrorosa
O cheiro? O cheiro que não tá com nada

A margarida? Esta é florzinha mais besta
Com aquele seu centrinho miúdo e amarelo
Não pago um centavo nem por toda a cesta
Dos abortos da natureza de cabo magrelo

A orquídea? Troço ainda mais que pavoroso
Tem até o roxo em sua mistureba de cores
Só de ver essas drogas eu fico até nervoso
Não a enviarei a ninguém se tivesse amores

Begônias...Não sei porque tão caras elas são
Trequinhos fajutos, morrem bem depressa
Acho que o cara manda é só fingindo paixão
Pra moça, que na verdade, não lhe interessa

(Pensar que gastei tanto dinheiro com você
Encomendando sempre um buquê maravilhoso
E agora me diga? Isso me adiantou de quê?
Agora tô aqui, nesse baixo astral pavoroso...)
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 31/08/2007
Reeditado em 31/08/2007
Código do texto: T632876

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (189367 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:44)
Fernando Brandi