Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O COLO DA MÃE

Deite em meus braços leves
enquanto falo
no seu ouvido com sua voz
aqui entre as pedras.
Fala esquecida
maltratada  com sua busca.
Voz abafada volatilizando
em sede.
Meu hálito é sua alma
chore com os meus borrifos
o estancado pranto.
Grite ante os encantos
revirando a fome
no estomago de migalhas
dilatado. Mergulhe em minha paixão,
chore
lave sua alma
na calma que derrama
renovando seu cominho,
oh filho da natureza, ouvindo
você  !
Gilberto Chaves
Enviado por Gilberto Chaves em 01/09/2007
Reeditado em 12/05/2011
Código do texto: T633447

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Chaves
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 70 anos
243 textos (13862 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:57)
Gilberto Chaves