Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HUMANO POR FORA E POR DENTRO

HUMANO POR FORA E POR DENTRO
Marília L. Paixão

Hoje eu não quero palavras frágeis ou bonitas
Está borrada a tinta das flores e dos brilhos
O sol seria negro e a lua teria uma cor besta qualquer
Hoje a chave mestra do amor que ameniza tudo deve ter se perdido
O que faço, vejo e sinto não está encantado com nada
Toda vez que tentam me derrubar tenho que me equilibrar sozinha
Toda vez que choro nada me glorifica
E os dias depois dos outros, principalmente os ruins, demoram muito a passar
Quando é que passa essa minha falta de ar?
Quando é que fica reconhecido nosso valor e real brio?
Quando é que se desculpam os causadores deste mal estar imenso?

Me dão ferro, sinto as barras.
Me dão fogo, queimo.
Não há como suavizar isso.
Persegue-me a dor que tento distrair, mais ainda sustento.
Todo poeta é acima de tudo, humano por fora e por dentro.
Marília L Paixão
Enviado por Marília L Paixão em 02/09/2007
Código do texto: T634989

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marília L Paixão
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil
1072 textos (136798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:37)
Marília L Paixão