Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOR

Autoria de Regilene Rodrigues Neves

Finjo não sentir a dor
Essa dor que dói
Num pressagio do destino
Que se aloja na minha alma
Toma posse do meu corpo
Em dores da vida!

Não sei que dor é essa
De onde vem por que vem
Num misto de sentimentos e emoções
Procuro mil razões
Que as deixaram na porta do meu existir
Adotando-me sua genitora
Para que um dia talvez não doa
No acalento de uma mãe...

Esse doer
Que já não sinto mais meu sofrer
De tão minha essa dor
No meu ventre gerada
É minha filha chorosa
Em lágrimas que choram
Um choro sem lamento
De um ensinamento
Da minha dor!


Hoje um frio vazio de mim
Ausência de uma solidão
Sem nome no meu coração
Apenas uma dor infinita
Que já grita no meu corpo
As lembranças de uma dor
Do meu passado...
Sôfrega presença no meu presente
Caminheira do meu amanhã...

É essa dor
Que atravessa o meu futuro
Que ficou maior que o amor
Por ser minha eterna companheira
Meu começo meu meio meu fim
É essa dor que doe dentro de mim!


Em 01 de setembro de 2007


regipoeta
Enviado por regipoeta em 02/09/2007
Reeditado em 02/09/2007
Código do texto: T635633

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1359 textos (139105 leituras)
22 e-livros (7180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 04:00)
regipoeta