Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pente fino

Aflição repentina encolhe meu modo de ser.
Poderia ter sido hoje, mas não foi.
Com ninguém comentarei o não-acontecido.
Não porque eu não queira,
É que não existe uma maneira!...
Meu coração desenfeitiçado não dói
Nem bate apressado
Pois o que era dele não é mais igual,
Não mais confere com o original!...
O tempo, mais do que as distâncias,
Faz dessas mágicas...

A cantiga da água recomeça
Noturna, soturna
E depois fria, murmurante, matinal...
Dentro dela, eu me banhei um dia,
Água sem doce, mas doce, do rio Mucuri...

Estou quase tomando emprestado o verso de Mariana,
De só sete anos de idade:
“Só há o frio e seu companheiro, o arrepio.
Um beijo de sua noiva, você sabe.”

Os anos parecem pentes finos com 365 dentes!!!
Somos todos penteados, limpados, preparados
Para a festa da vida!
Consigo pensar colorido,
Todos conseguem!
O amor é um estado de graça.
Quando estamos nele,
Produzimos ondas benfazejas...
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 03/09/2007
Código do texto: T636032
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (35335 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 23:19)
Euna Britto de Oliveira