Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HORAS

Se tomam o céu como senda
Para se livrarem do que fazem aqui
E tomam a bondade por lenda
E como certeza o perdão
Não têm amor,
Mas têm coração.

Mas de nada vale em si
Um coração oco por dentro
é como um rio de lágrimas
Que corre menos lento
Por ter-lhe a tristeza
Alimentado demais.

E correm todos sete léguas
Com botas nas quais não lhes cabem os pés
Para fugir do concreto, do material
Buscando alcançar horas perdidas
Segundos, minutos, semanas mal-vividas
Serem jovens outra vez.

São tão cegos quando guiam os olhos
a procurarem a felicidade tão distante
E nun ca olham pra si
Sequer se amam um instante
Fazem das que foram ou que vem
Mas nunca destas, horas importantes.
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 03/09/2007
Código do texto: T636542

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 28 anos
928 textos (101435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:11)
Andrié Silva