Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Salobra

Eu transpirava a poesia em cada poro...
mas hoje, eu nada escrevo,
de nada eu me admiro
e choro um choro que não devo.
Eu nem me inspiro mais - acho normal.
E a poesia escorre pelo rosto
com um gosto de sal...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 26/10/2005
Código do texto: T63689
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:07)
Poeteiro