Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foi assim

Foi aos poucos... lentamente
Nem sequer me dei conta do que se passava
Apenas eu o conhecia...
Fui descobrindo-o docemente
E a cada instante, me encantava.
O bem que me fazia, sua companhia...

Ah! , cada minuto era vivido intensamente
Desfrutando o que se me apresentava
Compondo o perfil que ali surgia...
E você, personagem atraente
A cada dia, aos poucos, desvendava
Mistérios deste sonho que eu vivia!

De mansinho instalou-se, calmamente
Em meu espírito, em minha alma... que pulsava
Numa freqüência de carinho e harmonia
Em tudo você se fez presente
E minha vida, pouco a pouco se alegrava.
Embalada em suave melodia...

E assim ... num belo dia
De maneira quase displicente
Como quem nada esperava...
Descubro uma imensa alegria
Vibrando calma e latente
Ao perceber que o amava!


Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 11/03/2005
Código do texto: T6379
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215177 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:36)
Priscila de Loureiro Coelho