Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não pense que o poema é...

Não pense que o poema é sadio
ele é doente, sifilítico, cancerígino, alucinógeno
ou educado, religioso e gentil
ele é malefício e benefício de mim
e é tão bêbado quanto o poeta

Não pense que o poema é formoso
ele é torto e roto, à deriva e negligente
ou cavalheiro, dedicado e são
ele é febril e inescrupuloso
tira o tatu na frente da visita e solta pum na missa

Não pense que o poema tem tudo de bom
ledo engano, ele é sórdido e profano
sorve da terra e a seca, não frutifica
ele é praga que precisa de eterna lavra
vicia, escraviza e mumifica

Não pense que o poema é,
ele não é, nem nunca será,
aliás, antes de usá-lo leia
com atenção as instruções,
ou você se confunde...
Celso Godoi Neto
Enviado por Celso Godoi Neto em 04/09/2007
Código do texto: T637933

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Celso Godoi Neto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celso Godoi Neto
Porto União - Santa Catarina - Brasil
76 textos (3425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:49)
Celso Godoi Neto