Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãos atadas

Nada posso fazer
Para fazer você amar,
Para fazer você entender
Que foge do que não se pode evitar,
Que chora e nem sabe o porquê.

Nada posso fazer
Para fazer você sorrir
Para fazer você compreender
Que o pior da vida não é cair,
É nao saber se reerguer.

Nada posso fazer
Para fazer você sentir
A pureza do prazer
Que acontece e o vê partir
Outra vez ao amanhecer.

Nada posso fazer
Para fazer você me perdoar
Para fazer você perceber
Que a intenção nunca foi magoar
Mas você nem ao menos quer saber.

Então, nada posso fazer...

Nada posso fazer
Para fazer você feliz,
Para fazer você viver
Um sentimento que você nunca quis,
Um sentimento que nunca vai ter.
Dalila Fagundes do Real
Enviado por Dalila Fagundes do Real em 04/09/2007
Código do texto: T637952
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dalila Fagundes do Real
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 29 anos
4 textos (94 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:41)
Dalila Fagundes do Real