Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lá pelas tantas

Lá pelas tantas
Quando a lua que alto já se levanta
É que os sussurros dos sentimentos não exprimidos
Vão a vaguear pelas ruas ao encontro dos gemidos.

Lá pelas tantas
É que as gargantas
Já marcadas pelo homem noturno
Deixam seu rastro de sangue já maldito e soturno.

Lá pelas tantas
É que as mantas
São puxadas pelas almas perdidas
Mostrando os medos de uma pessoa que a si mesmo se iludia.

04/09/07
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 04/09/2007
Reeditado em 05/09/2007
Código do texto: T638547
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 34 anos
1491 textos (44108 leituras)
6 e-livros (1682 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:55)
Miguel Rodrigues