Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COLHERÁ AS SEMENTES QUE PLANTAR NESTA VIDA AMOROSA!


NESTA SEARA DIVINA SE NÃO QUER COLHER AS SEMENTES QUE DEPOSITA NÃO JOGUE-AS AO CHÃO!

POR OUTRO LADO... O SENTIMENTO É PROCESSO SILOGÍSTICO... RECEBEMOS SE DISTRIBUÍMOS!

NÃO PREFIRA FICAR NO PROCESSO INATIVO... APENAS SELECIONE AS SEMENTINHAS QUE OPTE COLHER E, MESMO ASSIM, ALGUMAS ERVAS DANINHAS SURGIRÃO EM MEIO A MULTIDÃO DE FLORES E DAS ROSAS SENTIMENTAIS!

©Balsa Melo
15.05.2005
Cabedelo - PB
 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 04/09/2007
Código do texto: T638646
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87767 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 17:30)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)