Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO VOU MAIS COMBATER O SEU ABANDONO!

 
SOUBERA EU SOBRE ESTAS INSEGURANÇAS QUE PROVOCAM A INSÔNIA E RECEIO, TALVEZ NÃO TERIA CRIADO TANTAS FANTASIAS, TANTOS SONHOS E NÃO PERMANECESSE AQUI NESTA LAMURIA INDECOROSA E DESPROVIDA... SIMPLES SONHOS SÃO ESTES QUE VOCÊ ME FEZ CRIAR... LEPROSO MINUTO QUE ESTAPEA OS MEUS OLHOS A INSONIAR MEU CORAÇÃO.

CONSIDERÁVEL MINUCIOSIDADE RASGANDO FANTASIAS... VELANDO A CARÁTER DO ABANDONO!

A SUA MUDEZ É LIMBO QUE ANIQUILA E ENTENDIA, MAS ALÍVIA POR MOSTRAR-ME QUE A HORA É ESTA PARA NÃO MAIS DECERTAR O SEU ABANDONO!

©Balsa Melo
26.05.05
Cabedelo – PB
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 05/09/2007
Código do texto: T639174
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 09:00)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)