Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

poesia de prata

quero a poesia
que se tece
no encontro
do raio de sol
com a luz da lua
quero a poesia
que amanhece
nua
na pele sua.

quero a rua
onde tudo acontece
e a poesia passeia
pelada, nua,
vestida de Lua-cheia.

quero a poesia que cresce
e tece
na fantasia da mata
na sombra-poesia-exata
(de um flamboayant)
bem-me-quer distraído
que beija e cobre
com arminho florido
de prata
o corpo nu
da mulher...


(comentando Ousadias Poéticas, (flamboayant) de Karla Leopoldino)
Marco Bastos
Enviado por Marco Bastos em 05/09/2007
Reeditado em 11/02/2009
Código do texto: T639408
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para "http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1583 "). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Bastos
Salvador - Bahia - Brasil, 73 anos
1717 textos (89633 leituras)
2 áudios (509 audições)
1 e-livros (793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 03:51)
Marco Bastos