Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passo

Passo
maria da graça almeida

Passo como passa a folha levada
pela insensatez do vento,
no jeito de ir sem sentir,
no modo de sair sem querer,
na forma de cair sem pedir.

Passo como passa o pássaro,
que sem a anuência do divino,
põe um ponto clandestino
na palidez do horizonte.

Passo como sem compasso
passam as gotas da chuva,
que por pressa ou, preguiça
descem sem escolher o caminho
e mesmo ao léu, sem destino,
invadem os poros da terra.

Passo e, díspares, imprimo veios
que caminham inconseqüentes
que se encontram em nascentes,
e se perdem em afluentes.

Passo, passo a passo,
com tropeços, com cansaço,
nas passadas dos percalços,
sem a dose do alento,
nos segundos do momento,
nas voltas, nos nós e laços,
nas idas e voltas do tempo.

Passo e na dor do movimento,
piso um passo sem ungüento.
Passo...
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 11/03/2005
Código do texto: T6399
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:14)
maria da graça almeida