Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos Teus Pés...

No âmago do ser,
somente pranto e preces
se fazem ouvir, mas, o amor
é surdo para as lágrimas
e cego para as preces.

Agito minhas asas
no interior do ninho
de desespero que cresce
dentro minh`alma,
mas elas colaram
em meu próprio corpo
úmido pelo prantear
descontrolado.

Tufos de angústia
se jogam contra
as paredes de meu coração,
insultando-o,
espinhando cada canto,
ferindo de dor
a frágil pele
que o reveste.

Gigantesca procela interior
dilacera qualquer tentativa
de ressurgir das cinzas.

Qual ave de mau agouro
a sombra do fim
cresce sobre mim.

Fecho as asas em torno de mim
com o intuito de proteger-me
dos pés que pisoteiam meu espírito
e procuro libertar-me dos laços
que me prendem ao chão vazio de mim...

Que luta dentro em minha alma,
que guerra se arma ali,
onde vencida,
quedo-me a teus pés e suplico:
Misericórdia!
Misericórdia!
Livra-me deste tormento...
Maria
Enviado por Maria em 06/09/2007
Código do texto: T640870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4727 textos (191708 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:43)
Maria

Site do Escritor