Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não é justo!

Não é justo!

Você me encontrou assim
na vida, prostrado no chão
tentando juntar desesperadamente
pedaço por pedaço de meu coração.

No início teve pena de mim,
queria minhas lágrimas enxugar
com carinho, despretensiosamente
e sem perceber começou a amar.

Ah mulher!
Queria amar do tanto
que você me ama, a metade.
Mas esse meu coração em pedaços
demonstra não mais querer
por mais que tente, buscar
essa tal de felicidade.

Mas reconheço e sei, não mereço
esse seu carinho, esse seu apreço.
Não é justo!
Você entra com seu amor
e eu entro com minha dor.

Não é justo!
Você com seu amor
minhas lágrimas a enxugar,
eu com minha dor
a fazendo chorar.

Por que não segue seu caminho?
Por que não me deixa sozinho?
Meu coração continua em pedaços,
junto os cacos em um abraço
aperto-os forte contra o peito
e confesso... não tem jeito,
estou vencido pelo cansaço.

Não é justo!
Valdir Cremasco
Enviado por Valdir Cremasco em 08/09/2007
Código do texto: T644364

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Cremasco
Campinas - São Paulo - Brasil, 66 anos
213 textos (34222 leituras)
9 áudios (752 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 18:53)
Valdir Cremasco