Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOROSA MANHÃ

Hoje acordei com vontade de amor.
Abri a janela e lá estava os pássaros
em suas infinitas colheitas,
as abelhas em suas intermináveis viagens,
as árvores em seus intermináveis frutos,
os homens em seus intermináveis turnos nas fábricas.
O sol, em seu interminável brilhar, possuído pelo dom de raios,
brilhava sobre cabeças em desvarios, sobre frontes
econômicas e sobre cabeças à procura do ouro da felicidade.
A brisa, com suas mãos mansas e lisas, afagava ervas e flores,
revolvia cabelos de meninas à caminho da escola,
fazia com que pássaros ficassem suspensos, planando,
dentro de mais um dia de sonhos e inquietudes.
Ali, debruçado na janela, gastei as horas que me pertenciam,
o tempo que me foi concedido para olhar e ser visto.
Mais velho ou mais novo, mais humano ou mais pesado,
voltei para dentro de casa, no banheiro procurei o espelho,
vi o mesmo rosto tantas vezes refletido e pouco compreendido,
fiz a barba, (modo de dizer), banhei-me, vesti-me, fechei a porta,
lá estava o mundo a me esperar com apenas uma pergunta:
"Vieste para o amor ou para a guerra?".
Amorosamente compreendi que em cada manhã nasce
dentro de cada um aquilo que ele irá entregar à vida
nos momentos seguintes.
Guiado pelo amor, segui adiante.

Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 10/09/2007
Reeditado em 11/09/2007
Código do texto: T646168

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
7451 textos (107663 leituras)
8 áudios (72 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:28)