Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Fábrica"

Fábrica


Fica,
não me deixe sozinho na rua,
tropeçando na lua,
e os cachorros vadios,
e a garoa e o frio,
e um  assobio de vento,
e o cata-vento da fábrica!

Fica,
não me deixe com esta história,
pesando na memória,
e a água de esgoto,
me suando pelo rosto,
 e o desgosto de estar só,
e o pó da fábrica!

Fica,
não me deixe nem por um momento,
meus pés no cimento,
meus olhos no chão,
tremedeira nas mãos,
o cheiro da cachaça,
e a fumaça da fábrica!

Fica,
não me deixe nesse escuro,
com dívidas e juros,
no atropelo da cidade,
me fazendo covarde,
sufocando meu grito,
o apito da fábrica!

Fica,
não me deixe meu amor,
sem graça , sem cor,
e essa noite me doendo,
e esse dia amanhecendo,
desfazendo meu sonho,
o tamanho da fábrica!
Zeca Devebec
Enviado por Zeca Devebec em 10/09/2007
Código do texto: T646406

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zeca Devebec
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (4917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:45)