Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERGAMINHO

BRAÇOS ENLAÇADOS, LENTAMENTE DESAMARRADOS.
ABRAÇA O TRONCO,
ABRAÇA O TRONO,
ABRAÇA O TRAMPO.
ARRASTA A LETRA DA MÚSICA QUENTE,
ARRASTA OS PASSOS RUMO AO DESTINO,
QUE EM DESATINO CHAMAM ENQUANTO
DURMO.
A VOZ, A VOZ QUE GRITA,GRITA EM SILÊNCIO,
A SUA VERDADE , A SUA MENTIRA.
O MUNDO:ESSE ME ACORDA, ME SUFOCA,
PEDE RESPOSTAS.
RESPOSTAS DOS TALHOS,
RESPOSTAS DOS GALHOS;
DAS MACIEIRAS,
DAS AROEIRAS,
E ASSIM CAMINHO.
ARRASTO A POEIRA,
ARRASTO A BELEZA
DOS MEUS PÉS PERGAMINHOS.
Ecila Yleus
Enviado por Ecila Yleus em 11/09/2007
Código do texto: T647611

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ecila Yleus). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ecila Yleus
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
328 textos (10454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:11)
Ecila Yleus