Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BAILARINA E SOLDADINHOS

Como a pena que desliza no vácuo sou leve.
Sou leve.
Como a gota que cai no oceano.
Como um leve pedaço de pano.
Sou breve, leve...
Sou este ser que passa.
Sombra sobre a água.
Não me contamina o mundo.
Nem o submundo.
Sou um ser de outro mundo.
Descobri que sou bailarina num mundo de soldadinhos de chumbo.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 11/09/2007
Reeditado em 08/04/2011
Código do texto: T647895

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4693 textos (80909 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 15:58)
SONIA DELSIN