Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONSTATANDO

Não arranho paredes.
Deito nas redes.
Não me arrependo de nada que fiz.
Ah, como fui feliz!
Hoje eu penso.
Se tive horas duras elas pouco significam porque tive muitas alegrias.
Como adoro meus dias!
Escrevi tantas poesias.
Foi tanta prosa, tanto verso.
Eu aprendi que a vida é o anverso, o inverso.
Sou uma parte significativa do Universo.
Não arranho paredes...
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 11/09/2007
Reeditado em 08/04/2011
Código do texto: T647897

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4567 textos (80357 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:23)
SONIA DELSIN