Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Periscópios! – I

Cata a gema, tira fora, terra sobra em desvio,
Sobra gula, metanol & glicose, Cartagena,
Características que afia a boca, devaneios,
Esculpindo artéria, lindos seios, lingüística,
Farinha na falsa areia que a iluminação pede,
Astuto que desconstrói a forma, bricolagem,
Engata trama, trema, tipologias & aforismos,
Circula a cepa no meneio da cabeça armada,
Abre o zíper, fecha as pernas, entre o sim & o não,
Soca a fumaça na vidraça espalhando a tinta,
Cafés & doces como versos assaltados na pia,
Expia de novo a geladeira que se avizinha só,
Esconde ditongos para a próxima paroxítona,
Segurando a onda, fazendo fita, mais desculpas,
Oras, se nada mais quer, porque não avisa...
Quantos ossos farão do cercado esse fosso árido,
A mão no centro das pernas segurando o tesão,
Jogos de sedução com prazo de validade vencido,
Sombras & frescuras para justificar fantasmas,
Tomou um rodo sem pano, sopa de amargos ascos,
Rodando feito amendoim na banguela fase,
Cartáse para novos disparates & rompantes,
Seque as lágrimas, estas são malvistas,
Sem investimento não tem moedas novas,
Caçapas, daquilo que saiu invertido ou aflito,
Gozou bem, mas não soube aproveitar!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 12/09/2007
Reeditado em 25/08/2008
Código do texto: T648817
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120470 leituras)
1 e-livros (243 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 22:14)
Peixão