Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALBERGUE das ALMAS

Canto canto o rock do rei de Roma
canto muito o mudo imita o meu modo muito
não digo não sou pós-não
canto o mundo muito doido
muito muito pós muito
mais que antes pré-antes
muito louco mas bem oco
como um mundo pouco pouco
enterrado d'anjos bobos e poucos
apocalipse Baixo e poucos poucos
                                 são os heróis
são aborígenes que sem voz
clamam aos deuses
com gritos no Tambor
a República dos Canibais
voa na dor
meteoro perdido
transtornado de cor
aqui não existe bandeira
que não seja feito barreira
só resta agora agora
uma espera espera
acima do tempo tempo
pela cabeça louca
que urra urra urra
n'aurora ácida ávida
de rua
onde dormem bêbados, sereias e marginais
onde morrem bichas, soldados e magricelas
atropelados num céu sem pista
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 12/09/2007
Código do texto: T649357

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1308 textos (32772 leituras)
8 áudios (1075 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 04:16)
Eriko y Alvym