Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontro


       
                          Alguma poesia no
                          brejo das almas apanhei
                          Poesias, e o sentimento do mundo.
                          "Mundo mundo vasto mundo"
                          A vontade é fértil, mas "o
                          coração está seco".

                         E com a vida passada a limpo
                         surge da realidade o fazendeiro
                         do ar.
                         E com a viola de bolso semeia
                         poemas e poesia até agora.

                         Viola de bolso novamente
                         encordoada chora.
                         E das impurezas do branco
                         tira lição de coisas, e do
                         versiprosa preludiando a rosa
                         ata o boi a palavra tempo.
                         E com gesto à mineira
                         Fala, Ameandoeira discurso
                         da primavera e outras sombras
                         faz brotar.

                         E das confissões de Minas, "das
                         volta à chave", em conto de aprendiz
                         Onde um menino antigo com
                         seu poder ultrajovem extrai do
                         bruxo a doce magia da vida.

                         Passeios na ilha,
                         ao brejo das almas voltei.
                         E num claro enigma,
                         entre a bolsa e a vida,
                         a rosa do povo encontrei.
Américo Paz
Enviado por Américo Paz em 12/09/2007
Reeditado em 27/01/2013
Código do texto: T650089
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Américo Paz
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 55 anos
369 textos (142373 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 04:04)
Américo Paz