Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nos rufares da vida**

“Cortinas no grande palco ainda fechadas. Murmúrios, gargalhadas, rufares surdos de tambores. Atores no instante anterior a perfomatizar a tragédia da existência humana..." (Prelúdio aos perdidos)

...............................

É a hora dos rufares;
A Inês é morta
E a palavra vã
Fere a sanidade
Da intelectualidade... sã!

Se a vista é panorâmica
De que vale o elevador
Da morosidade à minha porta?

É a hora dos cantares;
A palavra é morta
E a mulher sã
Cura a intelectualidade
Da sanidade... vã!

Se o amor é panorâmico
De que vale a vista cansada
Na sexualidade torta?

É a hora dos pesares;
A palavra é torta
E a intelectualidade sã
Fere outra Inês morta
Com sua palavra... vã!

Se panorâmica é a vida
De que vale o calvário
Da demora à minha porta?

É hora do rufo dos  teus ares....


Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 13/09/2007
Reeditado em 31/10/2012
Código do texto: T650799
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
340 textos (9409 leituras)
1 e-livros (5 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 00:19)
Kal Angelus