Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pão devolvido



Um menino muito pobre, na sua volta pra casa,
apesar de sua pobreza , parecia muito feliz,
deparou num portão um embrulho de pão que cheirava,
o cheiro era apetitivo e ele o embrulho pegou.

Contente da vida chega em casa,
e à sua mãe o embrulho entregou,
esperando que fosse elogiado pelo feito
mas ela bem brava lhe xingou.

Disse-lhe em tom solene, mas enérgico:
menino, vai e coloca este pão onde pegou,
mas, mãe, não temos quase nada que comer,
na linda casa que peguei não devem passar fome.

Filho, com meu coração aos pedaços,
faço você devolver o que não nos pertence,
prefiro chorar por esta minha honesta decisão,
do que um dia, você talvez rico, numa desonesta podridão!...
 
Oh! Deus, mostre sempre às mães este dom que elas devem possuir,
mostrar aos filhos o caminho do bem, ainda que no momento os entristeça,
um dia na vida adulta, tiverem acesso a grandes fortunas que não lhes pertencem
não se apropriem delas, para não causar tanta fome, miséria, aos menos afortunados!...
José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 13/09/2007
Código do texto: T651289
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
361 textos (8409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 15:58)
José Lourenço Florentino