Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU GRITO

MEU GRITO
Neli Neto

Será que nós merecemos
o que está acontecendo?

Será que nós permitimos
toda a sem-vergonhice
que se espalha no senado?

Será que a falta de ética
que se esparrama a grosso modo
é uma forma corriqueira
de mostrar que nossos valores
aqueles natos, de berço
se encontram ultrapassados?

O que eu acho interessante
é a inversão de valores
que aparece aos quatro cantos
em camadas legislativas
ditas superiores.

Se sou eu que roubo
vou presa, direto pro xilindró
por um tempo indefinido
aguardando um julgamento
até quando acontecer.

Sem direito a habeas corpus,
sursis ou qualquer
outro meio, que inocente,
me deixando em liberdade
lutando por uma defesa.

Minha vida se torna exposta
espalhada aos quatro ventos
massacrada, rotulada
como uma possível detenta.

Se sou eu que devo
sou cobrada, incessante,
de forma coercitiva
com ameaças de penhora
perdas de bens valiosos
com o nome achincalhado.

Sem direito a poder de compra
pois ele está mais que "sujo"
lá dentro do SPC.

Se quero um emprego não posso
ser admitida por ter
o nome lá no SERASA
e nem querem saber o porque.

Já os senhores da corte
que nem bobos eles são
roubam, se apossam dos indevidos
criam seus proprios salários
e ainda são absolvidos
em nome de uma justiça
que está sendo mais que cega
além de burra e acintosa.

Se sou poeta eu grito
conclamo e até admito
em estado de revolta
aquilo que me incomoda.

Pois senhores e senhoras
aqui se encontra o meu grito
que há muito estava guardado
vazando minha aversão
pelos ditos poderosos
à frente de nossa nação.

Podem me censurar
que eu não estou nem ai.
Falo com muita garra
de brasileira que sou.
Estou pra lá de enojada
dos políticos safados
que se encontram ao meu redor.

De hoje em diante o respeito
que eu tinha até algum tempo
estou deixando de ter.
Vocês, políticos rampeiros
que usam e abusam de tudo
rindo daqueles coitados
que muitos foram comprados
para até os eleger,
para mim vocês são só traficantes
de corpo, alma, pensamentos,
piores que os bandidos
que existem neste país.

Em nome de uma ideologia
roubam, desviam, se apossam
de bens que não são os seus.
Usam o dinheiro que o povo
dá duro pra conseguir.

Uma só voz não mostra
a repulsa existente
por tudo que acontece
livremente em Brasília.

Mas eu clamo por uma força
que nasça incontinenti
de cada coração varonil.
Daqueles que ainda tem brios
orgulho de terem nascido
numa pátria chamada Brasil.

Neli Neto
13.07.2007
16:28hs - RJ

Neli Neto
Enviado por Neli Neto em 13/09/2007
Código do texto: T651547

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Neli Neto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
98 textos (45363 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 20:35)
Neli Neto