Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA VOLTA SEM CANÇÃO


Voltei. E algo mudou.
No riso, o ar sem graça
da sombra que passa
e volta... e não se vai.

Na boca, o gosto indefinido
agridoce de um talvez:
do sal que podia ser mar
do doce que de tanto se fez pouco
do amargo do travo inesperado
do espanto da hora em desmaio.

Sensação vertiginosa
da árvore debastada
da foice selvagem
que ceifa semente
impede o gérmen,
a causa, o efeito
a razão de se dar.

Voltei.
Voltei de todos os caminhos
encravados os espinhos
que espetam incruentos
mas sangram por dentro.

Sonia R
Enviado por Sonia R em 29/10/2005
Código do texto: T65173
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
982 textos (107023 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:45)
Sonia R