Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Universos

"Observo-te, observo-me;
Teu mundo, meu universo...
Contrastes, que nos pregam peças,
Estas que nos fazem crescer!
Mas, Deus....
Tudo cehga ao fim... Ou ao menos;
Até onde queremos ir...
Me visto para o mundo,
Coloco a face desejada, e assim me vou!
Racionalmente sou assim, emotivamente
Me escondo ali... Mas quando;
Fusões me ocorrem...
O sistema dá "pane"!
A emoção fica racional, e a razão;
Emotiva se encontra! Agora diga-me:
Foste de minha conta? Nem eu mesmo lo sei...
Só quero espairecer... Viajar,
Caminhar... Ou mesmo, levitar!
Sair destas leis...
Esquecer o padrão...
Fugir deste mundo,
Que sempre o vi mocinho...
E hoje o tenho,
ladrão!"

Insanidade Oblíqua
Enviado por Insanidade Oblíqua em 14/09/2007
Código do texto: T651776

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o Nome do Autor e o link para a obra Original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Insanidade Oblíqua
Sorocaba - São Paulo - Brasil
84 textos (2996 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 14:58)
Insanidade Oblíqua