Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dejetos


"Neste jardim,resolvi o poço alcançar,
Ia passar um fax, conversar com Bill Gates;
Mas num ato, que seria gentil,
Acabei ficando pasmo,
Um tanto quanto febril, posso dizer!
Deus meu, que desmerecer!
Vendo a grandeza da coisa,
Estremeci e ainda sim,
Fiquei no vaso...
Contemplando o papel, mas.... cadê tal importância???
Ai Jesus, cadê a constância?
Xiii, até choro no momento,
Água batendo, gente passando e
O que outrora limpo estava,
No momento agora,
Acaba..."

Ps: sarcasmo... rs
Insanidade Oblíqua
Enviado por Insanidade Oblíqua em 14/09/2007
Código do texto: T651780

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o Nome do Autor e o link para a obra Original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Insanidade Oblíqua
Sorocaba - São Paulo - Brasil
84 textos (2997 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 09:56)
Insanidade Oblíqua