Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Alfavella"

Moro no alfavella, não no alfaville.
Aqui é muito diferente, tiros, mortes, lágrimas de sangue, pessoas descontente.
Grande multidão, jovem, idosos, polícia e ladrão.
Até quando essa guerra sem mizéricordia onde so o pobre é jugado e o rico por mais que se faça e liberado.
Ai vida! Até quando eu te levarei, sinceramente não sei!
Agradeço a Deus por cada dia de vida entre mortos e feridos, alejados e mendigos nesse mundo ção.
Onde o silêncio é você e o resto é inlusão.
As vezes eu penso, eu não quero sair daqui, nem quero ser rico pra morar no alfaville ter o carro do ano e a vida de luxo.
Realmente seria muito bom, mais não, não!!
Quero morar aqui e ter paz e nada mais o resto nos corremos atrás...


"pensamentos"                                                                           "Favelas quem mora nelas sabe que não é facìl acorda vivo.
Onde o bicho pega, onde o verbo é pesado, onde a fome tem nome, onde a mizèria se esconde da sua casa e da sua mansão do seu prédio no solar, da sua vida de barão.
Isso não é um simples poema, ou entanto uma reflexão e sim uma realidade que assola o mundão...          
Anderson Barbosa
Enviado por Anderson Barbosa em 14/09/2007
Código do texto: T651916

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anderson Barbosa
Salvador - Bahia - Brasil, 32 anos
82 textos (10082 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 06:13)
Anderson Barbosa