Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

logo eu...

logo eu que tanto fingi não escutar a voz
e ainda eu que misturava samba com reggae.
me perdi de mim...
assim, sem entender...
mas ainda fiz...
logo eu que gritava só por existir assim no silêncio,
e eu que vivia a confessar pecados que não me pertenciam,
era sim, a dona de sonhos alheios.
E nada fará mudar,
pois logo eu, que vivia a jurar...
passei apenas a temer.
Tatiana Marques (Tath)
Enviado por Tatiana Marques (Tath) em 14/09/2007
Código do texto: T652440
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tatiana Marques (Tath)
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 28 anos
594 textos (21054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 21:41)
Tatiana Marques (Tath)