Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Obscura

Ela me visita todas as noites,
recosta em meu peito,
remete-me a um sonho,
e ela aceita,
a quase tudo que proponho;

Em sua pele branca, quase pálida,
ela pede, a marca de meus dentes,
e ela chora e me faz sorrir pra vida,
quando me mostra, tudo aquilo que ela sente;

Ela em meu corpo, quase jaz,
converte prazer em loucura,
quando em minha sede, seu desejo satisfaz,
então ela me fere, e ela me cura;

Mas ao amanhecer, antes de raiar o dia,
vai embora, sem deixar rastros nem sinais,
vai de mãos vazias, assim como nada traz;

E ao chegar a noite,
eu sempre espero,
que ela não volte mais.
Nilson Ruas
Enviado por Nilson Ruas em 14/09/2007
Código do texto: T652503
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilson Ruas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
42 textos (3216 leituras)
9 áudios (2762 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:18)
Nilson Ruas