Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta diz...

Estou saindo, mas gostaria de te beijar profundamente.
Colar os lábios, só depois suspirar...


E quando o poeta diz está dito, claro!
Sim, por que poeta escreve com o coração
Fala com a alma
Seus versos são de paz
Mas, nem sempre satisfaz!
Às vezes diz que partiu
Outras que saiu
Talvez algumas que não viu!
Mas poeta é poeta.
Tudo pode!
Até mentir!
A ele é permitido.
Poeta quando fala de beijo o faz profundamente.
Beija, depois suspira!
Primeiro sente para depois beijar.
Poeta quando dá adeus não é para valer!
Principalmente quando tem tudo a ver!
Então poeta...
Permita-se.
Você tudo pode!

(Li a frase...senti...escrevi... afinal, também sou poeta!)

katia christofoletti
Enviado por katia christofoletti em 15/09/2007
Código do texto: T653438

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
katia christofoletti
Poços de Caldas - Minas Gerais - Brasil
1324 textos (63470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 17:15)
katia christofoletti