Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobrecarga

TÍTULO: SOBRECARGA /1987

Esperar a cada dia o amanhecer
Despertar aos primeiros raios de sol
Refletir sobre o ontem
Viver o hoje e pensar no amanhã.
Como é difícil me situar e saber quem eu sou
Com idéias avançadas
Experiências fracassadas e muito a descobrir.
Ao me levantar vou ao banheiro
Escovo os dentes e ali me vejo
Diante de um espelho mágico
Que não diz o quanto sou bonito
Apenas como estou velho
Sinto vontade, vou ao lado e mijo
Entro no box e tomo uma ducha
Puxa, que frio! E me alivio
Tiro de minha carne externa
O sujo do meu suor
Enxugo-me e vou pra mesa
Mato a fome e a tristeza
Pra um novo dia começar
Espantar o negativo
Buscar em mim o positivo
E nesse dia acreditar
Que tudo vai ser diferente
Acabar com essa rotina
Que aos poucos me assassina.
Sem querer atinjo a beira da cama
De um tombo venho a acordar
E com isso mais uma noite
Numa constante sem cessar
Ponho as mãos na cabeça
Falo algumas besteiras, coço
E volto pra cama a dormir
Acordo no dia seguinte
Com os primeiros pingos da chuva
Que traz consigo uma dúvida
Se no amanhecer do meu sonho
Eu ainda era uma criança.                                           DUDA GÓES
Duda Góes
Enviado por Duda Góes em 15/09/2007
Código do texto: T653686

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Duda Góes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 53 anos
104 textos (1970 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 22:05)
Duda Góes