Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Visão

De mau agouro
carrega o nome
o pobre e sábio
pássaro coruja.

Enxerga, através
da noite escura
e perdida,
a sina deste mundo.

Sabiamente, canta seu canto
cheio de dor,
que todos confundem
com algo profano,
profético, com temor.

Gira a cabeça,
em constante pensar,
quando deveria
apenas existir,
contemplar.

Mas sua natureza
sapiente sente,
pressente
que somos apenas
dementes entes.

SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 15/09/2007
Reeditado em 15/09/2007
Código do texto: T654116

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
957 textos (31020 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 21:00)
SueliFajardo