Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rosas e Espinhos

  Visão, audição, olfato, tato... quanto valem?
  Já muitos botões da roseira que no meu jardim padece
  Perderam seu valor nas mãos de outrem, a destruí-los
  Dedos aleijados amputam-lhe a beleza, diluem-lhe o odor

  Luz, cores, flores,dores, sorrisos, gestos, amores, quanto valem
  Aos amadores da insensibilidade?
  Consigo ver, porém
  Apressados, tortuosos, descadenciados os deficientes passos
 
   De amáveis desalmados, gente, afinal!
   Práticos nos dons do bem-querer
   Menos breves na dor do tão negado e significativo amor
   
   Entre os espinhos, quanto apreço me atreve ver:
   Os mecanizados pés
   ...São passos de alguém.
Jessiet León
Enviado por Jessiet León em 17/09/2007
Código do texto: T656016
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jessiet León
Grajaú - Maranhão - Brasil, 28 anos
2 textos (40 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 16:26)
Jessiet León